Post Jobs

Devo contratar um estagiário ou profissional experiente?

Muitos gestores, empreendedores e líderes são consumidos por dúvidas na hora de realizar uma nova contratação. Uma das dúvidas mais comuns é a escolha do perfil do profissional e o seu nível de experiência. Afinal, em quais situações é melhor a contratação de um estagiário e em que momentos é mais interessante a escolha por um profissional experiente?

Realmente, essa não é uma pergunta simples de se responder. É necessário analisar os objetivos desta contratação, o papel que o profissional exercerá e a maturidade da empresa e da liderança. Para facilitar esta análise, listarei importantes motivos para contratar um estagiário ou um profissional experiente.

 

1- Contrate um estagiário quando…

Precisar de um profissional para tarefas simples: se a sua empresa ou equipe necessita de um profissional para executar atividades operacionais, um estagiário é a melhor opção. Se as atividades não exigirem um conhecimento específico ou se puderem ser aprendidas rapidamente, um profissional com disposição e pouca experiência poderá dar conta sem maiores problemas.

 

Possuir uma demanda pontual

Às vezes, uma equipe pode ter uma demanda maior devido a um processo de mudança ou um projeto específico. Obviamente, então, necessita de mais colaboradores para ser concluída. Como um estagiário não possui vínculo empregatício (o que torna o processo de contratação e rescisão simplificado), esta relação de trabalho temporária pode ser interessante para ambos os lados.

Obs.: É claro que se esta for a escolha da empresa, se faz necessário, no momento anterior à contratação, um alinhamento sobre a expectativa temporária de atuação. Desta forma, o estagiário estará ciente e de acordo em atuar temporariamente na empresa, sem nenhuma garantia de efetivação futura.

 

Sua empresa possuir maturidade para desenvolver o profissional

Acredito que este deva ser um dos principais fatores para considerar a contratação de um estagiário. O estágio é uma relação de trabalho que pressupõe o desenvolvimento do profissional, preparando-o para atuações mais complexas e um melhor entendimento do ambiente corporativo.

Se a sua empresa não possuir processos claros que permitam o desenvolvimento do profissional ou se a liderança não possui habilidades para atuar na capacitação do colaborador, repense a contratação de um estagiário. Estagiário não deve “servir cafezinho”, mas, sim, contribuir com os seus conhecimentos e evoluir durante o período.

Vagas

 

2- Contrate um profissional experiente quando…

A empresa possuir capacidade financeira

Um profissional experiente terá um salário proporcional e todos os seus direitos trabalhistas assegurados pela CLT, o que gera um custo muito mais alto para a empresa. Vale lembrar que, além do salário e benefícios, a empresa precisa considerar 13º salário, fundo de garantia, aviso prévio e possíveis verbas rescisórias.

 

For necessário uma atuação profissional com carga horária maior do que 6h/dia

Um estagiário não pode ter uma carga horária de trabalho maior do que 6 horas diárias ou 30 horas semanais. Portanto, se a sua empresa ou equipe necessita de um colaborador que atue com maior intensidade para realizar as entregas necessárias, o ideal é contar com uma contratação CLT padrão.

 

For exigido a execução imediata de tarefas complexas

Se você precisa de alguém para executar tarefas difíceis ou de grande complexidade, contrate alguém experiente. Um estagiário não terá a experiência técnica, comportamental e emocional para te auxiliar em demandas mais complexas de imediato. Apenas um profissional que já tenha vivenciado os desafios que você pretende oferecer terá capacidade para atender às suas expectativas.

 

Cuidado com a sua decisão! Uma escolha inadequada pode afetar os resultados da sua empresa e prejudicar o desenvolvimento do profissional que pretende contratar. Entenda e respeite os diferentes modelos de contratação. Assim, a sua empresa poderá se desenvolver adequadamente e contribuir para o crescimento dos seus colaboradores.

 

_

Sobre o autor
Allan Lopes é  Coaching Sistêmico, membro da Internacional Coach Federation, Master Practitioner em PNL e especialista em gestão de performance e em processos de mentoring e coaching aplicados ao ambiente corporativo. Sócio da Soar Desenvolvimento Humano e responsável pela área de Consultoria em Recursos Humanos.

O post Devo contratar um estagiário ou profissional experiente? apareceu primeiro em Portal Carreira & Sucesso.

Fonte: https://www.catho.com.br/

Ultimas Vagas

Comentários no Facebook