Ter equilíbrio entre a vida profissional e pessoal é uma farsa

Quando o assunto é equilibrar a vida profissional e a pessoal, parece que a grande maioria das pessoas vive “correndo atrás do rabo”, ou seja, independente de quanto se dediquem nesta tema, no fundo, ainda existe um sentimento de que precisam ter mais tempo para cuidar dos filhos, fazer atividades domésticas e praticar algum esporte ou hobby.

Existem alguns fatores que nos provam que este equilíbrio entre vida pessoal e profissional não existe. O primeiro deles é a forma como nós interpretamos este conceito. Eu não sei você, mas, por muito tempo, eu acreditei que ter equilíbrio era entregar todas as minhas atividades profissionais no prazo e ainda ter tempo para cuidar dos demais aspectos da minha vida (família, relacionamentos, diversão, saúde, espiritualidade, entre outros).

Por conta desta definição que havia dentro da minha mente, era como se ocorresse uma eterna batalha interna entre minha vida profissional e minha vida pessoal, cada uma tentando disputar quem venceria no final e teria mais tempo. Essa disputa também acontece em sua mente se você pensa em largar tudo para curtir a vida quando ganhar na loteria. Agora, adivinha quem, geralmente, ganhava? Sim, a minha vida profissional, pois consumia 68% do meu tempo acordado, enquanto sobrava apenas 32% do meu dia para cuidar das outras áreas da minha vida (considerando que dormia 6 horas por dia na época).

Sendo assim, este conceito de equilibrar a vida profissional e pessoal é errado. Ao tentar equilibrar os dois aspectos, ons vemos em lados opostos da balança, onde, pelo menos, cada um tenha 50% do nosso tempo (ou sendo mais justo, a nossa vida pessoal deveria ter 70% do tempo, pois esta área pode ser subdivida em inúmeras outras como família, saúde, diversão, entre outros). Dividir o seu tempo desta forma é, praticamente, impossível para a maioria dos profissionais que estão construindo a sua carreira.

Outro ponto que nos atrapalha muito é a percepção de que ter equilíbrio entre vida pessoal e profissional é um objetivo ou um destino para a nossa jornada. Como se só pudéssemos alcançar este ponto quando tivermos atingido um momento específico ou mágico da nossa vida, como, por exemplo, obtermos renda passiva suficiente para bancar o nosso estilo de vida até a morte. Porém, não é assim que a vida funciona. Precisamos aprender a girar constantemente os pratos e manter o foco diariamente para darmos conta de todas as nossas responsabilidades.

Sendo assim, não se deve equilibrar a vida pessoal e profissional, mas, sim, misturar as duas adequadamente e vê-las como partes que complementam a sua vida. Se você se identificar com a sua profissão ou se o seu trabalho está alinhado ao seu propósito de vida, com certeza, terá mais facilidade em ajustar os seus horários para conduzir cada pequeno aspecto da sua vida com satisfação. Do contrário, provavelmente, você poderá cair nas armadilhas que descrevi acima e procurar ter uma vida feliz apenas quando tiver menos trabalho e mais tempo em casa.

Atualmente, a minha vida possui uma relação de tempo de 76% para vida profissional e 24% para minha pessoal. Talvez você possa pensar que hoje sou mais infeliz, que estou mais cansado ou que não tenho vida pessoal. Na realidade, é justamente o contrário. Aprendi a aproveitar muito melhor estas poucas horas dedicadas a minha vida pessoal para executar tudo o que preciso. Hoje, mesmo trabalhando mais, percebo que tenho uma satisfação muito maior em todos os aspectos da minha vida.

_

Vagas

Sobre o autor
Allan Lopes é  Coaching Sistêmico, membro da Internacional Coach Federation, Master Practitioner em PNL e especialista em gestão de performance e em processos de mentoring e coaching aplicados ao ambiente corporativo. Sócio da Soar Desenvolvimento Humano e responsável pela área de Consultoria em Recursos Humanos.

O post Ter equilíbrio entre a vida profissional e pessoal é uma farsa apareceu primeiro em Portal Carreira & Sucesso.

Fonte: https://www.catho.com.br/

Ultimas Vagas

Comentários no Facebook